Why Half?

In 2016, E.O. Wilson wrote a book called Half-Earth: Our Planet’s Fight for Life. In that book was a promise: if we protect half the Earth’s land and sea and manage sufficient habitat to safeguard the bulk of biodiversity, living Earth can continue to breathe. Half-Earth aims to solve a problem, what E.O. Wilson calls “the next big thing.” The problem we need to turn our attention to beyond the changing climate is the loss of the very fabric of our planet, the loss of biodiversity.

Imagem de E.O. Wilson sentado numa cadeira em frente a imagens de formigas.

Com Half-Earth, a intenção de E.O. Wilson era a de criar um objectivo de "tiro à lua", um esforço humano que garantisse que não deixaríamos para trás nenhuma espécie. Isto não é apenas importante do ponto de vista conceptual, é importante do ponto de vista da inspiração. Se olharmos para a história, este é o tipo de objectivo ambicioso que impulsiona a mudança.

A dimensão do habitat e o número de espécies que este pode suportar de forma sustentável estão matematicamente relacionados, não de forma linear, mas pela 4ª raiz. A actual área terrestre e marítima protegida a nível mundial (cerca de 15%) é insuficiente. As previsões matemáticas actuais estimam que perderemos metade de todas as espécies antes do final do século. A Meia-Terra é uma abordagem global, porque a ciência demonstra que, ao proteger metade da área global, sobreviverão espécies suficientes para manter intactas as nossas próprias necessidades. Como solução, também tem a mistura certa de simplicidade e poder latente para incorporar esperança e activar a participação. Examinada em pormenor, qualquer área do planeta tem uma contribuição única a dar para o objectivo global de metade. 

 

Uma vez que a biodiversidade não está distribuída uniformemente, nem todos os lugares são igualmente importantes para o objectivo da Meia-Terra. Alguns lugares abrigam tantas espécies, incluindo espécies raras e únicas, que merecem atenção especial. No entanto, todos os lugares do planeta podem contribuir e provavelmente têm espécies únicas a proteger, mesmo que o lugar não seja um hotspot de biodiversidade do ponto de vista global.

O Projecto Half-Earth da E.O. Wilson Biodiversity Foundation está a mapear a localização geoespacial de todas as espécies da Terra em alta resolução, a fim de transformar a nossa compreensão do mundo e informar quais os locais que oferecem o caminho mais eficaz para a protecção de espécies e ecossistemas ameaçados.

Places with high priorities for conservation we call Places for a Half-Earth Future®. These places have extraordinary species richness and rarity that are currently unprotected.

Para ajudar a identificar estes locais, a nossa equipa apoiou a criação de novas métricas de sucesso de conservação, incluindo o Índice de Habitat das Espécies (SHI), o Índice de Protecção das Espécies (SPI)e o Índice de Informação sobre Espécies (SII).

Users can see the SPI National Report Card for the protected places identified in every nation on Earth, including Marine protected areas. The SPI score varies from 0-100 representing how many vertebrate species are sufficiently represented in a country’s conservation areas and how much of the global responsibility for the species a country holds. Report cards show additional areas that should be prioritized in order to best protect the species that a region uniquely contributes to global biodiversity.

A ciência do Projecto Half-Earth é de acesso aberto, democratizando esta informação e dando a todos o poder e a informação de que necessitam para saber o que fazer e onde. À medida que continuamos a construir isto, pretendemos envolver não só os decisores, mas também as pessoas em todo o lado a imaginar, em conjunto, como isto poderia ser e como poderiam participar ao longo das suas vidas e carreiras na administração do nosso planeta.

We need a more complete understanding of all the species of our planet, including their locations and connections. By identifying more fully with all of life and with each other, we can support a more enduring ethic to care for our planet.

Mapa da Meia-Terra.
Fechar
Compare ×
Compare National Report Cards Continue Reviewing

Registo